EMOÇÕES ARTISTICAS

As emoções artísticas (poesia, literatura, música, dança, canto, teatro, ópera, escultura, pintura, cerâmica, desenho, cinema) são aquelas associadas à evolução espiritual do humano na apreensão do belo.

As emoções artísticas permitem a formação estética do humano pela experiência do diálogo com a beleza, a paz, a completude, o sutil, o sensível, a inteireza, a dádiva, a meditação, o futuro e a transcendência espiritual. A convivência e a prática diária com as artes permitem ao humano a fixação de critérios oriundos da aprendizagem emocional artística e com eles o julgamento estético de suas próprias ações, distinguindo o belo do feio, o sutil do arrogante, o sensível do bruto, o afinado do desafinado, o equilibrado do desequilibrado, o silencio do ruído, o completo do incompleto, o simétrico do assimétrico, o padronizado do sem padrão, o movimento do estanque, a harmonia da degradação, a ordem da desordem.



(In:Pedagogia do Encantamento. Campo de aprendizagem 01: Aprender com as emoções do sensível. VOLUME I: MANUAL DE FORMAÇÃO. Daniel José da Silva. Campeche, Florianópolis, SC. Texto revisado em 24 .03 2022. p.83


EXPERIENCIA AFETIVA
(ver também CAMPOS DE APRENDIZAGEM)

Os Campos de Aprendizagem são os espaços-tempo locais de aglutinação e facilitação de experiências humanas afetivas, enativas e efetivas. Uma
experiência afetiva é aquela cuja fonte afluente é a prática social amorosa, que reconhece o amor e os bens comuns como as emoções fundadoras do humano e da humanidade, sem as quais toda razão perde suas justificativas, incluindo a perda do reconhecimento das pertinências físicas, das afinidades espirituais e das ações de solidariedade com o conviver e a proteção do outro.

VOLUME I: MANUAL DE FORMAÇÃO. Daniel José da Silva. Campeche, Florianópolis, SC. Texto revisado em 24 .03 2022. p.79


EXPERIENCIA EFETIVA
(ver também CAMPOS DE APRENDIZAGEM)
Os Campos de Aprendizagem são os espaços-tempo locais de aglutinação e facilitação de experiências humanas afetivas, enativas e efetivas.
Uma experiência efetiva é aquela cujo domínio de condutas é uma fonte efluente de ações mediadas por critérios estratégicos de aprendizagem, focados na avaliação de uma efetividade da evolução ética e espiritual das pessoas e da valorização estética e ecológica da natureza e dos bens comuns.

VOLUME I: MANUAL DE FORMAÇÃO. Daniel José da Silva. Campeche, Florianópolis, SC. Texto revisado em 24 .03 2022. p.79


EXPERIENCIA ENATIVA
(ver também CAMPOS DE APRENDIZAGEM)

Os Campos de Aprendizagem são os espaços-tempo locais de aglutinação e facilitação de experiências humanas afetivas, enativas e efetivas.Uma experiência enativa é aquela que acontece de forma engajada, acoplada, complementar, em busca de estabilidade e permanência, que se reconhece como resultado de relações cujo devir depende da aprendizagem sobre a própria relação e seu contexto, com a biologia do conhecimento como uma epistemologia genética.

VOLUME I: MANUAL DE FORMAÇÃO. Daniel José da Silva. Campeche, Florianópolis, SC. Texto revisado em 24 .03 2022. p.79



EPISTEME
A episteme é o conjunto de paradigmas (valores, crenças, modelos, práticas, exemplos) que o sistema psico utiliza para dar significado e utilidade ao conhecimento novo de cada dia. Os paradigmas são circuitos pni, cujas sinapses e memórias funcionam como filtros para as novidades. Assim, aprender com a experiência individual, coletiva e social da sustentabilidade implica uma abertura do espírito humano à transição de seus próprios paradigmas. Essa transição acontece pela construção de novas justificativas éticas e estéticas para nossas ações. Em termos neurológicos, a APS é uma rede cognitiva epistêmica que permite a expansão da consciência humana a partir de circuitos pni com origem nas EMOÇÕES, ÉTICAS E ESTRATÉGIAS DA SUSTENTABILIDADE.

EPISTEME: CONJUNTO DE IDEIAS, CONCEITOS, PRÁTICAS, VALORES, CRENÇAS E
EXEMPLOS DOADORES DE SENTIDO À PERCEPÇÃO HUMANA DA REALIDADE (PARADIGMAS).

VOLUME I: MANUAL DE FORMAÇÃO. Daniel José da Silva. Campeche, Florianópolis, SC. Texto revisado em 24 .03 2022. p.10

EPISTEME COGNITIVA
A experiência da transição dos paradigmas que justificam as ações degradadoras aos paradigmas da sustentabilidade acontece no interior das comunidades sustentáveis. As pessoas que se conectam a esses espaços aprendem com o operar das ações habilitadoras e com a transição dos valores pessoais e coletivos que justificam esses novos estilos e contextos de ações. Essa aprendizagem ética, sensível e sutil entre ações (cognição) e suas justificativas (episteme) possui uma biologia de aprendizagem
paradigmática (episteme cognitiva) entre as ações e a reflexão teórica que a suporta.

VOLUME I: MANUAL DE FORMAÇÃO. Daniel José da Silva. Campeche, Florianópolis, SC. Texto revisado em 24 .03 2022. p.10

EPISTEME COGNITIVA: CAPACIDADE HUMANA DE APRENDIZAGEM COM A TRANSIÇÃO DOS PRÓPRIOS PARADIGMAS EM DIREÇÃO A UMA CULTURA DA SUSTENTABILIDADE
(APRENDIZAGEM PARADIGMÁTICA).

EPISTEME COGNITIVA da ARQUITETURA PEDAGÓGICA DA SUSTENTABILIDADE (APS)
A ARQUITETURA PEDAGÓGICA DA SUSTENTABILIDADE (APS) é um conjunto de pedagogias facilitadoras de uma práxis social em direção a uma cultura da sustentabilidade humana sobre o Planeta. Essas pedagogias respondem à necessidade de uma formação humana enativa com essa cultura. Não é uma formação para uma cultura, mas sim, uma formação que acontece dentro de uma cultura. A formação cultural de uma pessoa é um fenômeno autopoiético, com relações enativas de determinação específica, clausura operacional e acoplamento estrutural ao ambiente. A cultura da sustentabilidade está acontecendo em todo mundo com a criação de comunidades e espaços sustentáveis, sejam hortas coletivas, produção de alimentos saudáveis, escolas encantadoras, casas e bairros sustentáveis, comércios equitáveis, bancos de tempo e comunitários, transportes solidários, tecnologias sociais e redes políticas de afinidade ética.
Nesses espaços observa-se três práticas que parecem suportar e animar todas as ações: a) um profundo respeito pela natureza e pelas pessoas; b) uma
determinação de reflexão local e ação global e, c) um agir cuidadoso, prudente e responsável
com o futuro de todos e de tudo.” Essas práticas são as fontes paradigmáticas da APS.

VOLUME I: MANUAL DE FORMAÇÃO. Daniel José da Silva. Campeche, Florianópolis, SC. Texto revisado em 24 .03 2022. p.10